Câncer infantojuvenil: diagnóstico precoce é determinante para o tratamento da doença

Identificar os sinais e sintomas é primeiro passo para a cura

O câncer infantojuvenil é a doença que mais causa mortes em crianças e adolescentes de 1 a 19 anos no Brasil, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA).Para conscientizar a população sobre essa realidade, o mês de setembrofoi escolhido como uma ocasião especial para se tratar sobre o assunto.

Durante o Setembro Dourado, instituições de todo o país se comprometem a divulgar informações sobre o câncer infantojuvenil, com o intuito de aumentar os índices de cura. Em Mato Grosso do Sul, a Associação dos Amigos das Crianças com Câncer (AACC/MS) já há 22 anos acolhe crianças e adolescentes com câncer de todo o Mato Grosso do Sul e, ano após ano, trabalha em seus canais de comunicação informações importantes a respeito do tema. 

Em 2020, além da campanha Setembro Dourado em suas redes sociais, a instituição realizou também uma semana especial de lives com especialistas da área e, junto da CONIACC (Confederação Nacional das Instituições de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente com Câncer), está veiculando uma campanha em rádio e TV sobre os sinais e sintomas do câncer infantojuvenil. Você pode assisti-la nesse link: https://www.youtube.com/watch?v=o5kNL1z0FpM 

Cura – Segundo Dr. Marcelo dos Santos Souza, oncologista pediátrico responsável pelo Centro de Tratamento Onco Hematológico Infantil (CETOHI), quanto antes os sinais e sintomas do câncer infantojuvenil forem detectados, maiores são as chances de cura.  No CETOHI, em 20 anos de funcionamento, o médico e sua equipe já trataram em torno de 1700 crianças e adolescentes de 0 a 18 anos com câncer e mais de 1500 crianças com doenças hematológicas.  O índice de cura hoje é de cerca de 67%, mas varia de acordo com o tipo de câncer e o quão avançada está a doença quando o paciente chega para tratamento, por isso, detectar a doença o quanto antes pode ser crucial. 

Confira alguns dos principais sinais e sintomas:

  • perda de peso;
  • manchas roxas, sangramento pelo corpo sem machucado;
  • febre prolongada de causa não identificada;
  • vômitos acompanhados de dor de cabeça, diminuição da visão ou perda de equilíbrio;
  • dores nos ossos ou nas juntas, com ou sem inchaços;
  • caroço em qualquer parte do corpo, principalmente na barriga;crescimento dos olhos, podendo estar acompanhado de mancha roxa no local.

“Se você perceber qualquer um desses sinais e sintomas em alguma criança, não hesite, procure ajuda médica. O diagnóstico precoce pode salvar vidas”, afirma doutor Marcelo.